Blog

Você foi enganado A VIDA TODA!

Em setembro saiu um artigo bombástico na literatura, eu fiquei chocada, passada!! Quer dizer, nem tão, porque eu sou observadora e tô vendo que a coisa não tá indo pro rumo certo... Como assim, a ciência avança todo dia, mas as pessoas continuam engordando, tem epidemia de diabetes tipo II infantil (!!!), entre outras atrocidades...gente, como dizem meu pai e meu irmão, “Como você quer um resultado diferente se você continua fazendo a mesma coisa? ”... Nos anos 50, estudos já associavam o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV) ao consumo de açúcar (sacarose-açúcar branco). Aí veio a Fundação de Pesquisa sobre o Açúcar - FPA (poderosa, leia-se RICA), e emputecida, começou a financi

SOBRE CIÊNCIA, STATUS E GRANA

O mundo científico é incrível e é lindo e é mágico! Mas também pode ser impiedoso e cruel... Se você não está em evidência, você não tem status, você não tem financiamento, você não tem artigos publicados, você é um ZÉ NINGUÉM! Reler a última frase de trás pra frente que faz todo sentido também. E, particularmente, foi uma das maiores decepções da minha vida... mesmo depois de anos de dedicação e mesmo que eu tivesse muito gás pra continuar eu não tinha uma lista de (no mínimo 3) publicações... e isso me deixou à deriva, só observando de longe. O afastamento que no início foi involuntário, hoje me mostra que uma outra forma de viver a ciência é possível. E que ela é muito mais livre! Hoje fa

Dietas ricas em proteínas diminuem a produção de gordura

Sabia que, além do tecido adiposo, o fígado produz células de gordura a partir de glicose? E que dietas muito ricas em carboidratos podem aumentar a glicose sanguínea e consequentemente a concentração de insulina, que aumenta a produção de gordura pelo fígado e consequentemente sua acumulação nesse órgão? E que o acúmulo de gordura no fígado leva à resistência à insulina e aumenta a concentração de triglicerídios no sangue? Vixxeeee... Mas que uma dieta com redução de calorias pode evitar toda essa tragédia? Pois é... Um estudo publicado em junho desse ano comparou o efeito de dietas com restrição calórica em ratinhos por 16 semanas. A hipótese era que uma redução na quantidade de calorias a

O mais importante é perder peso!

Em pessoas com sobrepeso e obesas, a perda de peso (independente da dieta estabelecida) é importante e melhora os parâmetros metabólicos e a qualidade de vida e diminui a probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares e diabetes. Isso não é novidade pra ninguém, né? Um estudo comparou em pacientes diabéticos, os efeitos de dietas de emagrecimento com a mesma quantidade de calorias, porém uma rica em carboidratos e outra rica em proteínas e avaliou o controle glicêmico e fatores de risco cardiometabólicos. Esse experimento durou 12 semanas. Resultados? - Os 2 grupos perderam peso como era de se esperar já que as duas dietas tinham a mesma quantidade de calorias. - Os 2 grupos tiveram u

Banhas pra que te quero!

No post passado expliquei pra você como acontece dentro do nosso corpo essa história de entrar calorias e sair calorias numa condição normal (viu não? Vai lá ver!). Hoje te explicar o fundamento por trás das dietas que restringem carboidratos. Lembra que tem 2 estoques de energia: glicogênio e tecido adiposo? Carboidratos entram, vão pro glicogênio e o que excede vai pra gordura. Nos períodos de jejum, energia é buscada no glicogênio e na gordura. Pois bem. A maioria das células usa glicose como energia. E o glicogênio é um monte de células de glicose juntas. Quando o estoque de glicose acaba, a moeda energética da vez são os ácidos graxos das.... GORDURAS! Células de gordura são compo

Antes de tudo, HOMEOSTASE ENERGÉTICA!

Nosso corpo é bem espertinho e desde que o mundo é mundo ele armazena energia pra sua sobrevivência... pra nos movimentar, pra respirar, pro coração bater, pra gente pensar, piscar... Mesmo se ficarmos deitados na cama o dia inteiro só respirando, precisamos de mais de 1000 kcal pra manter o corpo funcionando bonitinho. A energia necessária pra todas as funções do nosso corpitcho vem dos nutrientes que colocamos pra dentro. E é um entra e sai energia sem fim! De uma maneira BEM ELEMENTAR a historinha acontece assim: Temos fome > comemos > Período alimentado. Antes de serem estocados os nutrientes serão quebrados em mil pedacinhos, serão absorvidos nos intestinos e depois serão reagrupados. A

Vem entender o que é JEJUM (PARTE III)

Lá atrás falei pra você que no nosso corpo tem um relógio mestre no cérebro que é sincronizado pelo ciclo claro-escuro do dia. E que outras células do corpo têm relógios também. Esses relógios em sincronia determinam ritmos de acontecimentos dentro das células. Existem processos fisiológicos que acontecem durante o dia e outros durante a noite... tudo muito bem orquestrado pelos relógios do corpo. Como não poderia deixar de ser, as variações diárias entre sono/jejum e vigília/alimentação também são sincronizadas por esse relógio mestre. Pois bem. Existem relógios que como não percebem a luz do dia, são sincronizados também de outras formas. Por exemplo, as células do fígado e tecido adiposo

Vem entender o que é JEJUM (PARTE II)

Sobre protocolos existentes na literatura e seus resultados... Dias alternados (dias sem alimentos e bebidas que contenham calorias seguidos de dias com alimentação livre) Estudos em animais: protocolo efetivo na restrição calórica, diminuição da glicose e insulina em jejum, diminuição do colesterol e triglicérides plasmáticos, diminuição da proliferação celular de células cancerígenas, prevenção de diabetes. Estudo em humanos: nos dias de jejum a fome é desesperadora e não diminui com o passar do tempo. Foi considerada intervenção não praticável. 5:2 (5 dias de alimentação normal e 2 de jejum não consecutivos) Achados em animais: diminuição de gordura visceral, com diminuição do tamanho das

Vem entender o que é JEJUM

Dieta da lua, da sopa, da água, do pepino e essas modinhas ridículas... TUDO BALELA! Ao contrário do que pensam, o JEJUM INTERMITENTE não é uma modinha como essas que a gente vê por aí... E tem sido praticado desde a antiguidade por povos no mundo todo. Mas o interesse nessa prática tem reaparecido e é evidenciado por uma infinidade de publicações na imprensa popular e recomendações dietéticas. O fato é que evidências científicas dos benefícios à saúde da prática do jejum são normalmente extrapoladas de estudos feitos em animais, baseados em dados observacionais de jejuns religiosos (particularmente Ramadã), ou derivados de estudos experimentais com amostras pequenas. Meu objetivo nos próxim

Grãos germinados são alimentos FUNCIONAIS

De uns tempos pra cá grãos germinados tem entrado na lista dos alimentos funcionais queridinhos. E não é pra menos... Eles têm valores nutritivos superiores aos grãos antes de começar a brotar :) Eles têm maiores quantidades de aminoácidos, fibras, vitaminas, flavonoides e ácidos fenólico, ou seja, além de serem mais nutritivos têm maior efeito antioxidante. São alimentos promotores de saúde diminuindo o risco de desenvolvimento de várias doenças. Além disso o processo de germinação diminui significativamente a quantidade de fitato nos grãos :D Dica? Como ter grãos germinados em casa? Você acha no mercado relativamente fácil o moyashi (que é o broto de feijão). Mas você pode germinar os grão

TÉCNICAS INCRÍVEIS PRA AUMENTAR NUTRIENTES NOS GRÃOS ;)

O assunto dessa semana são os FATORES ANTINUTRICIONAIS (expliquei direitinho que diabo é isso no post passado). Hoje a gente vai falar sobre algumas técnicas que diminuem/eliminam essas substâncias transformando cereais e leguminosas em alimentos power por aumentar a biodisponibilidade de nutrientes! Ebaaaaaa!!! :D 1. Molho: deixar leguminosas de molho não é novidade pra ninguém. Mas é uma prática excelente pra eliminar o fitato. Mas o que acontece? Quando os grãos estão submersos na água há a ativação das fitases (enzimas que degradam os fitatos). Não tem fitato, ele não gruda nos minerais e os deixam livres pra serem absorvidos! Por exemplo, deixar grão de bico de molho entre 2 e 12 hora

Quelantes = ladrões de nutrientes!

A carência de micronutrientes como ferro, zinco e vitamina A afeta MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL! O que a deficiência de ferro causa além de anemia? - Problemas no desenvolvimento cognitivo; - Diminui a resistência a infecções; - Diminui a capacidade de trabalho e produtividade; - Diminui fertilidade; O que deficiência de zinco causa? - Aumento da mortalidade infantil; - Problemas no desenvolvimento psicomotor e no crescimento; - Prejudica o sistema imune. As melhores fontes vegetais de ferro e zinco são as leguminosas e as castanhas. A biodisponibilidade desses nutrientes nesses alimentos é bem maior que em cereais. O problema é que todas as fontes desses nutrientes que trazem junto

Por interesse
Por data
Me segue ;)
  • YouTube Social  Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Dieta Científica

Fisiologia Humana

ROSANA DANTAS

715.685.651-00

Rua Filadelfo Cruvinel 89

Rio Verde - Goiás - Brasil

+33 7 66 02 69 49

contato@dietacientifica.com

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2018 by Rosana Dantas.