Blog

26 Apr 2019

Há 2.5 bilhões de anos o oxigênio surgiu na Terra. As bactérias que faziam fotossíntese bem antes disso e aí o oxigênio foi acumulando por aqui. Então o oxigênio ficou presente de vez e espécies adaptadas e que usavam o oxigênio pro seu metabolismo tinham vantagem e foram prosperando. Mas o “não há bônus sem ônus” já existia também. Usar oxigênio invariavelmente produz espécies reativas de oxigênio (radicais livres). Muito radical livre é tóxico e sempre foi desde o princípio...

“E agora, quem poderá nos defender? ” Exclamavam as células e os organismos.

“Euuuu!” Respondeu prontamente a melatonina!

A melatonina continua nos nossos dias (e em todos os organismos) a controlar o estresse oxidativo que resulta dos radicais livres que são um produto da fotossíntese e da respiração.

Evolução, honey baby... coisa linda, irrefutável, bela e absoluta, induziu ao desenvolvimento de mecanismo complexos e efetivos pra neutralizar esses radicais livres.

Lindo né? Como não se apaixonar? Quer saber mais s...

25 Apr 2019

A melatonina está entre nós desde que o mundo é mundo! Se pá logo depois que as células começaram a se juntar depois do big bang.

Tudo começou quando bactérias foram comidas por células. Viviam em simbiose as duas, na mais santa paz... aí, essa bactéria que foi comida pela célula evoluiu e virou mitocôndria. E as cianobactérias (bactérias que fazem fotossíntese) viraram cloroplastos. E desde então, mitocôndrias e cloroplastos produzem melatonina! E desde então todas as espécies que vieram depois, animais ou vegetais produzem melatonina e ela funciona como antioxidante, protegendo essas células de danos e evitando sua morte! As outras funções da melatonina, incluindo suas funções mediadas pelos seus vários tipos de receptores vieram depois na escala evolutiva. Que ações são essas mediadas por receptores? Te conto mais nos outros posts.

Não perde!

É fã da melatonina como eu? Curte esse post, comenta, compartilha! As infos vindo por aí serão mindblowing, expandidoras de percepção de tudo ao...

24 Apr 2019

Cientistas restauram funções celulares em cérebros de porcos depois de mortos. É isso mesmo que você leu. Não é ficção científica! É avanço na ciência mesmo!

Por que é importante? Pra manter as estruturas depois da morte e poder estudar melhor o que acontece lá dentro! Porque pra testar mecanismos do cérebro isso ainda é necessário. Porque saber é imprescindível!

O que eles fizeram? Colocaram os cérebros numa solução suquinhos gummy (quem lembra dos ursinhos carinhosos? Aqui um coquetel sintético de nutrientes e conservantes). Com isso conseguiram restaurar a habilidade de neurônios de captar açúcar e oxigênio e até mesmo a capacidade de enviar sinais elétricos (que é a língua que os neurônios usam pra falar entre si).

É quase um cérebro vivo que a gente pode ver trabalhando do lado de fora. Massa né?

Voltei parcialmente gente! Vi um computador dando sopa e tava já com comichão de saudade de escrever. E voilà!

Beijo procê!

https://www.sciencemag.org/news/

Please reload

Por interesse
Por data
Please reload

Me segue ;)
  • YouTube Social  Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Estrasburgo - França

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2018 by Rosana Dantas. Created with Wix.com