Blog

26 Apr 2019

Há 2.5 bilhões de anos o oxigênio surgiu na Terra. As bactérias que faziam fotossíntese bem antes disso e aí o oxigênio foi acumulando por aqui. Então o oxigênio ficou presente de vez e espécies adaptadas e que usavam o oxigênio pro seu metabolismo tinham vantagem e foram prosperando. Mas o “não há bônus sem ônus” já existia também. Usar oxigênio invariavelmente produz espécies reativas de oxigênio (radicais livres). Muito radical livre é tóxico e sempre foi desde o princípio...

“E agora, quem poderá nos defender? ” Exclamavam as células e os organismos.

“Euuuu!” Respondeu prontamente a melatonina!

A melatonina continua nos nossos dias (e em todos os organismos) a controlar o estresse oxidativo que resulta dos radicais livres que são um produto da fotossíntese e da respiração.

Evolução, honey baby... coisa linda, irrefutável, bela e absoluta, induziu ao desenvolvimento de mecanismo complexos e efetivos pra neutralizar esses radicais livres.

Lindo né? Como não se apaixonar? Quer saber mais s...

13 Mar 2019

Célula de gordura só serve pra acumular gordura – FALSO!

Eu já falei em outros posts porque o tecido adiposo não é só um malvadão acumulador de gordura que só serve pra entupir veia...

Tem tecido adiposo vivendo juntinho de vários órgãos onde ele assume uma função fora do convencional (que é armazenar energia e controlar o metabolismo). E não, ele não tá lá pra destruir esses órgãos como você provavelmente deve estar pensando...

Adipócitos (nome chique das células de gordura) da pele tem uma relação com os folículos capilares estimulando ou evitando o desenvolvimento da célula tronco que vai virar um pelo ou fio de cabelo.

Adipócitos nas glândulas mamárias e no coração são responsáveis por funções nutricionais e metabólicas.

Adipócitos perto de ossos absorvem choques mecânicos.

Adipócitos na superfície da pele e intestinos sentem e respondem a invasões bacterianas contribuindo com o sistema imune inato.

Adipócitos na cabeça de preconceituosos servem pra matar pessoas gordas e eles são obrigad...

14 Mar 2018

Já te contei que a prática de mindfulness pode te ajudar a controlar seu peso e compulsão alimentar né? (Viu não? Vai lá ver os posts anteriores 😉) Tem mais!

A atenção plena pode ajudar no tratamento da ansiedade, depressão, stress, oscilações de humor, outras psicopatologias e até da dor crônica através da melhora da regulação emocional. Mas como que é isso lá no seu cérebro?

Vários estudos têm demonstrado através de neuroimagem os processos neurológicos da atenção plena. Vários mecanismos cerebrais interconectados comprovam a efetividade dessa prática. O córtex, especificamente uma região chamada cingulado, associa atenção, motivação e controle dos movimentos. Se durante a meditação, um evento mental como pensamento ou memória interfere é essa parte do córtex que vai falar pras outras partes do cérebro: espera aí um pouco, tô concentrado aqui em outra coisa (meditação)....fica aí tranquilo que eu volto a pensar em vocês mais tarde. E volta pro foco. E essa parte do cérebro, litera...

7 Dec 2017

Lembra que eu falei que inflamação até certo ponto é amigona nossa?

Pois bem.

Sabia que depois que você come SEMPRE tem um aumento de marcadores inflamatórios no seu corpo? Pois é.... comer é colocar coisas que vem de fora pra dentro. E como qualquer coisa que entra dentro do seu corpo, a comida passa pelo crivo do seu sistema imunológico.

E esse aumento passageiro dos marcadores inflamatórios depois de comer acontece em TODOS NÓS MORTAIS embaixo do céu e acima da terra.

O negócio é que essa reação inflamatória pode ser maior ou menor dependendo do que a gente come. A forma como seu corpo vai responder a isso depende (basicamente) do tipo de gordura que você ingere, da quantidade total de calorias e conteúdo de açúcar que você colocou pra dentro.

E se a exposição a esses marcadores inflamatórios é persistente, constante, insistente, permanente e assídua, isso produz um estado de INFLAMAÇÃO CRÔNICA que pode levar ao desenvolvimento de doenças relacionadas ao estilo de vida.

Nos pr...

7 Dec 2017

Fechando a série #aiquefomecientifica bora fazer um resumão?

Os mecanismos neurais e moleculares que controlam o comportamento alimentar integram pistas sensoriais (ver, degustar, saborear), pistas humorais (nutrientes, metabólitos, hormônios) e isso tudo é modulado por mecanismos homeostáticos e vias de prazer e recompensa.

É um sistema que envolve muitas variáveis e que está bem longe de ser totalmente elucidado! A única certeza que temos em ciência é de que quanto mais descobrimos mecanismos, mais temos que investigá-los. Pode ver, tudo que é artigo científico (sério) é finalizado com um “mais estudos são necessários para investigar blablablabla”. TODOS!!!!!! O famoso só sei que nada sei. Desconfie de “verdades absolutas”… Meu objetivo com essa série foi ampliar pra você a visão do comer (espero ter conseguido). O ato de comer não é simplesmente um entrar/sair de calorias. Isso vai muito além! É muito mais rico! Comer é um ato social que deve estar associado a prazer, felicid...

3 Nov 2017

Oi gente! Como vai o feriado por aí?

Como tinha falado pra vocês vou começar uma série de textos sobre como o cérebro regula o que/quando/quanto comemos. Esse assunto é bem extenso, então resolvi criar a hashtag #aiquefomecientifica pra ficar mais fácil acompanhar essa história e não perder o fio da meada.

Bora?

Comecemos do basicão!

O comportamento alimentar não resume a estômago roncando... E vai além de manter seu corpo numa condição mais ou menos estável com o passar do tempo (o que chamamos de homeostase energética). É um comportamento super complexo que envolve prazer, reconhecimento de cheiros, sabores, texturas e processos cognitivos do alto escalão cerebral como informações do mundo a seu redor e o que você aprendeu/aprende na vida.

Informações que vêm da periferia (o resto do seu corpo) e as informações que vêm do alto escalão cerebral são processadas lá numa região especial do cérebro. Essas informações misturadas vão refletir as necessidades do seu corpo em termos de nutrientes...

3 Nov 2017

Existem 3 aspectos da alimentação: O que, quando e quanto. Esses aspectos representam a quantidade e qualidade do que comemos. O aspecto quantitativo tem sido estudado extensivamente, porque o peso corporal é determinado pelo balanço entre as calorias consumidas e o gasto calórico. Nos próximos posts falaremos sobre essa balança que nunca pára e que é controlada finamente pelo nosso cerebrinho. Vamos falar também de como outros aspectos (resistência celular, inflamação, composição corporal, etc.) podem modular esse controle.

Por outro lado, se sabe muito pouco sobre os mecanismos que regulam a qualidade do que comemos, mesmo isso impactando significativamente o controle do peso e da saúde. Vamos falar também desse aspecto. Como nosso cérebro seleciona os macronutrientes? Como áreas cerebrais relacionadas à recompensa e prazer podem modular a escolha do que comemos. Já parou pra pensar nisso?

Nos próximos posts vamos entender melhor como acontece o controle do peso e que mecanismos contro...

15 Feb 2017

Antigamente as pessoas eram mais magras né?

Que que aconteceu com o mundo???

Temos luz artificial o tempo todo (e consequentemente dormimos mais tarde), muitos trabalham a noite, temos acesso a comida 24 horas por dia ao alcance da mão...

Toda essa evolução é maravilhosa, mas como tudo na vida, não há bônus sem ônus....

O nosso relógio, que durante a evolução sempre foi sincronizadinho e alinhado ao ciclo dia/noite deu uma desregulada.

Isso não é lá muito interessante porque no caso do nosso metabolismo também, tudo é uma questão de tempo...

Você sabia...

...que o pico de esvaziamento gástrico e de motilidade intestinal acontecem de manhã?

...que a microbiota intestinal tem funções específicas dependendo da hora do dia aumentado o metabolismo energético durante o dia e favorecendo a detoxificação durante o repouso?

...que tem ritmo diário na concentração sanguínea de vários hormônios?

...que a sensibilidade a insulina tem pico durante nossa fase ativa?

...que até o apetite pra maioria dos aliment...

15 Jan 2017

Oi gente, ressuscitei! Eba!!!

E ressuscitei CHOCADA! Hahahhaha

Essa semana cai em um artigo e meu mundinho caiu.

Veio me falando que melatonina pode ser um fator de risco pra diabetes....

Logo eu...

Que achava que a melatonina era a resposta pra todos os problemas da humanidade....


 

Pois é... descobri que tem uma parcela importante da população (mais ou menos 30%!!!) que tem um variante do receptor de melatonina que afeta a liberação de insulina (sim, caiu uma lágrima nessa hora do meu olho).

Eles fizeram um recall por genótipo (achei isso MUITO CHIQUE DEMAIS!) e encontraram pessoas que tinham essa mutação no gene do receptor da melatonina.

Acontece assim. A melatonina quando liga nesse receptor promove uma cascata bioquímica que vai culminar com a inibição da liberação de insulina. Se não tem insulina, glicose não entra na célula. Se ela não entra na célula fica na circulação.... Isso quer dizer, hiperglicemia...

As pessoas com essa variação produzem muito mais esse receptor de melatonina que...

20 Oct 2016

No post passado expliquei pra você como acontece dentro do nosso corpo essa história de entrar calorias e sair calorias numa condição normal (viu não? Vai lá ver!). Hoje te explicar o fundamento por trás das dietas que restringem carboidratos.
Lembra que tem 2 estoques de energia: glicogênio e tecido adiposo?
Carboidratos entram, vão pro glicogênio e o que excede vai pra gordura. Nos períodos de jejum, energia é buscada no glicogênio e na gordura.
Pois bem.
A maioria das células usa glicose como energia. E o glicogênio é um monte de células de glicose juntas.
Quando o estoque de glicose acaba, a moeda energética da vez são os ácidos graxos das.... GORDURAS!
Células de gordura são compostas de ácidos graxos e glicerol. Pra ter energia na forma de ácidos graxos, o que precisa acontecer? Sim! Isso mesmo! As gorduras devem ser quebradas!!!
E é isso que acontece nas dietas com redução de carboidratos. Se não tem consumo de carbo, não tem glicose, não tem glicogênio. Porém, energia continua...

Please reload

Por interesse
Por data
Please reload

Me segue ;)
  • YouTube Social  Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon