Blog

24 Apr 2019

Cientistas restauram funções celulares em cérebros de porcos depois de mortos. É isso mesmo que você leu. Não é ficção científica! É avanço na ciência mesmo!

Por que é importante? Pra manter as estruturas depois da morte e poder estudar melhor o que acontece lá dentro! Porque pra testar mecanismos do cérebro isso ainda é necessário. Porque saber é imprescindível!

O que eles fizeram? Colocaram os cérebros numa solução suquinhos gummy (quem lembra dos ursinhos carinhosos? Aqui um coquetel sintético de nutrientes e conservantes). Com isso conseguiram restaurar a habilidade de neurônios de captar açúcar e oxigênio e até mesmo a capacidade de enviar sinais elétricos (que é a língua que os neurônios usam pra falar entre si).

É quase um cérebro vivo que a gente pode ver trabalhando do lado de fora. Massa né?

Voltei parcialmente gente! Vi um computador dando sopa e tava já com comichão de saudade de escrever. E voilà!

Beijo procê!

https://www.sciencemag.org/news/

16 Jan 2019

In English below ;)

Oiee! No último post te contei sobre o hipotálamo, lembra? A regiãozinha piquititica lá na base do nosso cérebro que sente os níveis de hormônios e estoques energéticos do sangue pra saber se é hora de comer ou hora de parar de comer. Pois bem. Lá dentro do hipotálamo tem vários outros núcleos! E esses núcleos secretam várias moléculas responsáveis por controlar nossa temperatura corporal, sono/vigília, cansaço, fome e sede. E essas regiões meio que trabalham em dupla. A região mais da base (o núcleo arqueado) tem o grupo come e o grupo pára de comer. E cada um trabalha na sua hora, de acordo com as informações trazidas pelo sangue lá pra essa região. Já faz um tempo que você comeu pela última vez. Caiu insulina e leptina! A região que tem os neurônios que estimulam o apetite vão trabalhar enquanto a região que tem neurônios da saciedade descansam. Você comeu. Subiu os níveis de insulina e leptina! O grupo da saciedade vai trabalhar agora e deixar o grupo da fome des...

14 Jan 2019

In English below

Seu cérebro controla o que e quando você come. E você aí pensando que era o ronco do seu estômago que decidia isso...

O cérebro tem um papel essencial na regulação da sua homeostase energética que mantém tudo estável e permite seu corpo trabalhar como se deve o tempo todo. E lá tem uma regiãozinha pequenininha especial que se chama hipotálamo. Lá as três camadas que protegem seu cérebro tem uma barreira menos seletiva, digamos assim. Nesse lugar em específico, a barreira do seu cérebro deixa passar informações sobre seus estoques energéticos da periferia. Assim seu cérebro vai saber se tem glicose (que é o combustível preferido de todas as células) suficiente. Vai perceber a concentração de hormônios como insulina (que coloca a glicose pra dentro das células) e de leptina (liberada pelo tecido adiposo). Baixou as doses de insulina e leptina, seu cérebro vai entrar numa cascada metabólica mega complexa que vai culminar com você abrindo a geladeira pra ver o que te pra com...

24 Sep 2018

Nem só de cuidar dos ossos vive a vitamina D...

Quanta inocência pensar que uma molécula tão complexa só teria uma única função! Ela tem um envolvimento diferente e eu explico a vocêêês, a vocêêês (desculpa colocar um chiclete na sua mente a essa hora da manhã)...

Essa vitamina tem ações mega importantes no nosso cérebro tanto nos nossos neurônios como no tecido de sustentação dessas células dentro da nossa caixola, as células da glia.

A deficiência desta vitamina já foi assocada a diversos problemas neurológicos como demência. Pausa aqui pra explicar que demência não é burrice, tá? É uma condição neurológica associada ao envelhecimento, caracterizada por aumento de amilóide beta (que são como pedrinhas que vão se acumulando no cérebro, dificultando seu funcionamento) e diminuição de processos antiinflamatórios e antioxidantes.

Tem mais! A carência dessa vitamina já foi também associada à depressão, pois ela está envolvida no controle das concentrações de cálcio no cérebro.

Tem mais! A defi...

17 Jul 2018

Então... já te contei do Sistema Nervoso Entérico, né? Hoje te conto como esse sistema nervoso conversa com nosso cérebro!

O sistema nervoso de baixo fala com o sistema nervoso de cima usando cabos formados por fibras nervosas que conduzem impulsos nos 2 sentidos de cima pra baixo e de baixo pra cima. Esses cabos são o que chamamos de NERVOS!

No sistema nervoso de baixo eles detectam o conteúdo dos intestinos (nutrientes, químicos e o que mais tiver lá dentro), distensão e movimentos. E tem cabos que controlam o fluxo sanguíneo na região e que detectam dor tb.

Agora que você já tem uma ideia da anatomia da comunicação que sobe e desce e desce e sobe vai ficar mais fácil entender muitas coisas! Semana que vem vou misturar tudo com a microbiota e te contar o que quebra e vira doença inflamatória e deixa as pessoas tristes. Aproveita e revisa o post de ontem 😉

Beijo procê!

Fonte: mesma de ontem.

17 Jul 2018

Oieee!

Já te contei que o cérebro e o intestino se falam em várias línguas diferentes... metabólitos de bactérias e até gases!

Mas sabia que, como no cérebro, no intestino também tem neurônios? Esse conjunto de células nervosas tem até nome chique! Sistema Nervoso Entérico (SNE)! Ele regula secreções, controla os esfíncters (que são os músculos que separam um compartimento do outro), a motilidade intestinal, o fluxo sanguíneo e as funções enteroendócrinas que quer dizer liberação de hormônios que agem por lá e além.

Ele é um sistema autônomo ou seja, trabalha sozinho! Sem que a gente tenha consciência!

Lá no SNE tem basicamente 3 tipos de neurônios! Neurônios sensoriais (que nos fazem ter sensações conscientes como dor, calor), interneurônios (que conectam um neurônio a outro) e neurônios motores (que fazem movimentos). E eles trabalham juntos pro bom funcionamento do intestino.

Essa circuitaria de neurônios fica lá nos intestinos delgado e grosso mas ele está intimamente integrad...

9 Jul 2018

Oi, gente! Ameeei a live no Instagram ontem! Quem veio? Tá ainda disponivel até hoje 15 horas pra quem quiser assistir. Falamos um monte coisas sobre a melatonina e sobre meu livro!

Vou voltar um cadinho a atenção de vocês pra conexão cérebro e intestino.

Sabia que doenças gastrointestinais podem levar a problemas psicológicos?

Evidências apontam a cada dia mais que, em situações patológicas intestinais, quem vai contar pro cérebro o problema e deixar ele triste é a megera, ela mesma, a inflamação! Uma ativação do sistema imune pra falar mais bonito.

A composição da microbiota afeta nosso comportamento e nosso estado de espírito e adivinha quem faz nosso dia virar uma merda quando o intestino está em apuros? Pois é... Ela é mesmo tóxica essa inflamação... uma fofoqueira maledicente!

Então o que os cientistas têm feito? Eles têm tentado entender as conexões entre os microorganismo no seu intestino, seu sistema imunológico e seus sintomas psicológicos pra propor alvos terapêuticos.

Vou te cont...

27 Jun 2018

Oieee! Ói nóis e as tripas aí tra veiz!

Te contei um monte de novidades sobre os intestinos nos últimos posts...e vc deve tá aí pensando que a relação entre o estado dos intestinos e seu estado emocional é coisa nova na ciência, né?

Né não... isso tem mais de 100 anos... dizia-se que “acumular toxinas no cólon desencadeia um estado de autointoxicação” e que “venenos oriundos dos intestinos produzem infecções e estão linkados a depressão, ansiedade e psicose”.

Credo..... Pior que é a mais pura verdade...

Isso nunca deixou de ser #fato ... só foi aperfeiçoado. E hoje é lá mesmo, nos intestinos, que vamos procurar moléculas que podem vir a tratar muitos problemas no nosso cerebrinho...

E sobre isso que quero te falar essa semana!

Marca aí nos comentários a tia, vó, vizinho, crush, papagaio, cachorro pra ver a MAGIA DO COCÔ VIRAR REMÉDIO PRA TRANSTORNO BIPOLAR/AUTISMO/ANSIEDADE <3

Beijo procê!

 

14 Mar 2018

Já te contei que a prática de mindfulness pode te ajudar a controlar seu peso e compulsão alimentar né? (Viu não? Vai lá ver os posts anteriores 😉) Tem mais!

A atenção plena pode ajudar no tratamento da ansiedade, depressão, stress, oscilações de humor, outras psicopatologias e até da dor crônica através da melhora da regulação emocional. Mas como que é isso lá no seu cérebro?

Vários estudos têm demonstrado através de neuroimagem os processos neurológicos da atenção plena. Vários mecanismos cerebrais interconectados comprovam a efetividade dessa prática. O córtex, especificamente uma região chamada cingulado, associa atenção, motivação e controle dos movimentos. Se durante a meditação, um evento mental como pensamento ou memória interfere é essa parte do córtex que vai falar pras outras partes do cérebro: espera aí um pouco, tô concentrado aqui em outra coisa (meditação)....fica aí tranquilo que eu volto a pensar em vocês mais tarde. E volta pro foco. E essa parte do cérebro, litera...

23 Nov 2017

Já te expliquei em posts anteriores vários fatores que interferem no nosso comportamento alimentar. Agora vou te explicar como essa informação chega no seu cérebro.

Lembra que eu falei essas informações podem chegar no cérebro por meio de neurônios (neural) ou por meio de nutrientes e hormônios (humoral)? A via neural que regula o que/quando/quanto você come é mediada pelo nervo vago. Nervo nada mais é que um monte de neurônios juntos. Esse nervo é estimulado por nutrientes, hormônios e estiramento dos intestinos enquanto o bolo alimentar passa. O nervo vago, por sua vez, vai estimular um núcleo no tronco cerebral. E esse núcleo é importantíssimo pra saciedade. Ele se chama Núcleo no Trato Solitário – NTS (engraçado esse nome, né?). A informação transmitida ao NTS é retransmitida para outros núcleos numa região específica (e minha preferida) do cérebro – o hipotálamo. Lá dentro do hipotálamo tem vários outros núcleos importantes pra regulação da alimentação. E são esses núcleos q...

Please reload

Por interesse
Por data
Please reload

Me segue ;)
  • YouTube Social  Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Estrasburgo - França

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2023 by Alison Knight. Proudly created with Wix.com