Blog

Fibras, fermentação e seu peso corporal

January 24, 2018

 

Quer notícia fresquinha?? Toma notícia fresquinha sobre suas tripinhas!

Que uma dieta rica em vegetais está relacionada com um controle melhor do apetite e do peso corporal todo mundo tá mais que careca de saber né? Mas vamos entender melhor esse mecanismo?

Sabia que a composição genética da microbiota intestinal é alterada na obesidade e doenças metabólicas? Isso levou pesquisadores a avaliar se mudanças na microbiota intestinal poderiam regular o metabolismo energético. E não é que é verdade, gente?

E aí o povo começou a estudar composição da microbiota, função das fibras, marcadores metabólicos...pensa... um mundo novo cheio de possibilidades!

Entre as fibras alimentares, os frutooligossacarídeos (FOS) são os mais estudados. Algumas bactérias como as bifidobactérias (3 textos atrás te contei um monte de coisa sobre elas), expressam uma enzima que quebra os FOS. E a presença de FOS estimula o desenvolvimento dessa bactéria (Adoro essa coisa deles se darem as mãos e trabalharem juntinhos <3).

Noutro estudo, suplementaram os ratinhos com FOS e viram no intestino um aumento das células especiais que produzem um hormônio que vai pra circulação e diz pro seu cérebro que você está saciadx e que tá na hora de parar de comer (GLP-1, um dos hormônios da saciedade).

Noutro estudo, engordaram ratinhos e viram que o aumento de tecido adiposo diminuiu a quantidade dessas bactérias.

Se eu ainda não consegui te convencer que fibra não serve só pra fazer volume e que bactérias do seu intestino só servem pra produzir gases eu desisto!! hahhaha

Amanhã tem mais!

Beijo procê!

 

Fonte: Vadder. Gut-brain signaling in energy homeostasis: the unexpected role of microbiota-derived succinate. J Endocrinol (2018)

Please reload

Me segue ;)
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
Por interesse
Please reload

Por data

Estrasburgo - França

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2018 by Rosana Dantas. Created with Wix.com