Blog

Os sistemas neurais da FOME


Ai, gente! Chegou na parte que eu mais amo!!! Como que nosso cérebro reage a dietas restritivas? Vou ter que dividir em partes porque é muito extenso isso. Mas aqui vai um resumão! O típico sucesso a curto prazo de intervenções que restringem calorias e nutrientes tem relação com 3 frentes neurais: Homeostática: lá no hipotálamo, que vai coordenar o conteúdo do que a gente come e nossos estoques energéticos; Mecanismos de recompensa: que impulsionam a alimentação com base no valor que a comida tem na nossa vida. A sinalização nessa região é dopaminérgica. Dopamina é alegria, prazer... Sistema inibitório: lá no alto já, no córtex. Essa região é associada a inibição comportamental e processos que tentam inibir o consumo exagerado de comida. Poderíamos dizer que seriam 3 níveis, ali na ordem. Um inconsciente (hipotálamo), um que faz a ponte (via mesolímbica) e um consciente (córtex). Mais informações sobre como a dieta restritiva afeta cada uma delas nos próximos capítulos. Não perde! Chama xs miguxs que amam neuro, mas tem dificuldade em entender. Vai ficar bem facinho com o decorrer dos textos que vêm por aí! Beijo procê e bom fim de semana! Fonte: Ochner. Biological Mechanisms that Promote Weight Regain Following Weight Loss in Obese Humans. Physiol Behav. (2013)

Me segue ;)
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
Por interesse
Por data

Estrasburgo - França

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2018 by Rosana Dantas. Created with Wix.com