Blog

A carne e o câncer


Não fui eu quem inventou essa associação. Ela existe há anossss!!! E esse não foi o primeiro nem será o último artigo que leio falando disso. Fatos: O processamento da carne (curar, defumar) resulta na formação de químicos carcinogênicos. Cozinhar aumenta a digestibilidade e a palatabilidade da carne, mas pode produzir compostos suspeitos de causar câncer. Cocção a altas temperaturas como fritar, grelhar ou assar geralmente produzem mais desses compostos (aminas aromáticas heterocíclicas, hidrocarbonos aromáticos policíclicos). Aprendi isso na faculdade há mais de 15 anos atrás na aula de Bromatologia da Prof. Miriam Epstein. Nunca esqueci o choque tive nesse dia aí... Em 2015 teve um encontro de um monte de cientistas de vários países diferentes e eles analisaram 800 estudos epidemiológicos que investigaram a associação entre o consumo de carne processada e o câncer. Eles chegaram à conclusão de que existem evidências suficientes para afirmar que o consumo de carnes processadas pode estar relacionada ao desenvolvimento de câncer. O que tenho pra te dizer, por enquanto, é que eu no seu lugar evitaria tudo que é embutido! Salsicha, presunto etc. Principalmente se for defumado. E a carne vermelha? Te conto mais nos próximos posts. Lembrou de alguém lendo isso? Marca aí nos posts. Beijo procê e evite embutidos! Fonte: Bouvard. Carcinogenicity of consumption of red and processed meat. Lancet Oncol. (2015)

Me segue ;)
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
Por interesse
Por data

Dieta Científica

Fisiologia Humana

ROSANA DANTAS

715.685.651-00

Rua Filadelfo Cruvinel 89

Rio Verde - Goiás - Brasil

+33 7 66 02 69 49

contato@dietacientifica.com

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon

© 2018 by Rosana Dantas.